Sobre o BBB...




Oi pessoas!

Como todos nós sabemos ontem o dia foi marcado pelo começo de mais uma temporada do programa Big Brother Brasil, popularmente conhecido como BBB. Pois bem...

Preciso confessar uma coisa: eu não suporto esse programa. Apesar da jogada de marketing do Sílvio Santos, que quis surpreender a todos lançando o Reality Show “Casa dos Artistas”, o grande precursor de todo esse segmento, que inspirou tantos outros Realitys não por seu estilo, mas por sua fama e audiência, foi o BBB.

Na minha opinião, ele sintetiza bem a mediocridade a qual a humanidade se encontra hoje, e que por sinal não faz esforço nenhum para mudar essa condição. Pelo contrário: graças à precariedade da educação, que não proporciona o reconhecimento da verdadeira cultura nacional, o brasileiro se mantém cada vez mais alienado a esse programa ridículo, onde lhes é oferecido todo tipo de conteúdo no mínimo, inadequado.

O BBB pode ser resumido como: um grupo de pessoas (de 12 a 18 em média), trancadas em uma casa, vivendo confinadas naquele ambiente, para que se observe o comportamento do ser humano naquela situação. De começo, a idéia poderia até vender para todos. Mas não é isso que se vê no programa. Na verdade vemos um show onde os integrantes participam de provas para ganhar inúmeros prêmios além do principal (de 1,5 milhão de reais), um programa que mostra o quanto as mulheres são bonitas e gostosas, para que quando elas saiam posem nuas (se prestando nada mais nada menos ao papel de vadias), vendo intrigas entre os “brothers” (que mais parecem combinadas por script), ou simplesmente vendo algumas pessoas sentadas na varanda, conversando sobre coisas sem importância alguma. E a sociedade fica impressionada com isso. Na verdade, eu também! É incrível o índice de estupidez nesse país...

O Big Brother é um programa que não traz nada de proveitoso para ninguém. Na verdade, é uma das maiores perdas de tempo já inventadas na história da televisão. Acho que todo Reality Show segue essa lógica, mais prefiro explanar sobre isso em outro texto. Por enquanto me manterei focado em falar do atual "câncer" da televisão brasileira. 


Aqui vai um vídeo interessante: uma parte do programa Altas Horas, do dia 08/01/2012, com o apresentador Serginho Groisman, e participação de Caetano Veloso, Pedro Bial e Boni (pai de Boninho, diretor do BBB).



Outra coisa impressionante é como um jornalista da categoria de Pedro Bial, com uma vasta experiência e renome, se presta ao papel de apresentar um programa desses. O pior é a audácia que ele demonstra ao chamar os participantes de “heróis”... Heróis por quê? O que eles fizeram de nobre ou em prol da sociedade? Por que ele não fala sobre os heróis de verdade?

Temos tantos nesse Brasil! Professores, médicos, policiais, bombeiros, e tantos outros profissionais que arriscam suas vidas (sim, pois hoje em dia até os professores nas escolas põem suas vidas em risco, vide as agressões sofridas por animais alunos com falta de adestramento educação caseira), trabalham em condições subumanas e não são reconhecidos...

Já as futuras sub-celebridades, têm algumas que ganham até tatuagens... Como se cria e se valoriza cultura inútil nessa terra tupiniquim. Aliás, aqui se valoriza até o que não é cultura como se fosse algo indispensável na nossa vida. Parece que criamos a reciclagem de produtos não-recicláveis.

O povo brasileiro precisa de uma “superbenzetacil” contra alienação, e urgente! Assistir o BBB é uma coisa. Aclamar como muitas pessoas fazem ultrapassa o senso do ridículo. Chega a ser uma atitude desprezível (Cá entre nós, tatuagem de sub-celebridade não é admiração, é burrice mesmo!).

Aqui está uma frase que vi no blog Insoonia e me chamou bastante atenção quanto à superestimação de coisas completamente fúteis, e ao descaso com o que realmente importa por parte dos nativos da terra: “O Brasileiro observa a vida de 12, 14 ou sei lá quantos idiotas na TV durante 3 meses e votam feito loucos neles, e, não são capazes de pesquisar a vida de um político por um único dia sequer antes de VOTAR!”.

Estou escrevendo esse texto porque tem coisas que simplesmente deixam qualquer cidadão lúcido, no mínimo indignado. O BBB é o atual alicerce do lixo da mídia, que alimenta a degradação social. As crianças de hoje já tem seus valores deturpados devido às violências de todos os tipos, que tem seus “direitos” protegidos pela “liberdade de expressão” (ou seria libertinagem?), e o Big Brother é o pleno reflexo de toda a deturpação fabricada por isso.

Talvez eu tenha pego pesado, mas eu não me arrependo de nada do que escrevi afinal esse blog é meu e aqui é o espaço para eu expor a minha opinião. O que não quer dizer que você não possa dizer a sua nos comentários. Você que está lendo tem o direito de ir totalmente contra a minha opinião. Eu não vou te apoiar, mas vou respeitar, pois é um direito seu. Mas reafirmo: não me arrependo de nada do que escrevi, pelo contrário, mantenho tudo.


OBS.: Não estou dizendo para vocês pararem de assistir. Apenas digo que, na minha opinião, não vale a pena perder tempo.

Espero que tenham entendido a minha visão sobre o BBB. Poderia falar muito mais aqui, porém por enquanto prefiro me resumir a isso.



Abraço!

Categorias:

Compartilhe:



Comentários do Facebook:



Comentários do Blogger:

15 comentários

  1. Texto perfeito. Eu estava escrevendo um sobre o bbb, mas desisti. vc escreveu td e mais um pouco.
    esse programa é realmente um cancer. e a cura é uma educação de qualidade para o povo. eu também ODEIO essa big bosta brasil e não dou o mínimo de hibope, nem pela tv, nem pela net. por nada.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Drica, tava querendo externalizar isso que penso.

    Gostaria muito que esse país um dia tivesse uma base de educação sólida o suficiente para que as pessoas apresentassem um senso crítico forte, e soubesse selecionar o que lhes é dado, ao invés de engolir tudo o que a mídia empurra goela abaixo da sociedade.

    ResponderExcluir
  3. Somos dois Adriana. Eu tbm tava escrevendo um texto sobre o BBB, mas desisti. Wellington escreveu tudo e mais um pouco. Eu achei muito interessante e engraçado um trecho do texto em que Wellington lista vários pontos que ele acha negativo no BBB, afirmando que a sociedade fica impressionada com isso... E ele também! rsrsrsr! Pelo menos ele foi sincero. Essa é a "magia" do BBB. Por mais fútil que seja, o programa consegue ser extremamente interessante ao ponto de chamar atenção de qualquer pessoa, até as que tem consciencia da besteira que está assistindo. Mas elas assistem msmo sabendo que a besteira. Como é que esses caras conseguem fazer isso, eu não sei!
    Ótima postagem Weelington, muito boa mesmo. Deu pra perceber que esse texto foi meio que um desabafo.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Diego. E foi mesmo... ao melhor estilo "Wellington Morais =P", kkk.

    Bom, o que eu fico impressionado na verdade, é com o quanto as pessoas ficam impressionadas com tamanha bobagem que é o BBB.

    A explicação para a "magia" do BBB é simples: falta de senso crítico na grande parte sociedade atual. Outra coisa que influencia é que a mídia só oferece conteúdo desse nível, em sua maioria.

    Com falta se senso crítico, e opções escassas, fica fácil controlar a grande massa.

    ResponderExcluir
  5. A primeira edição eu assisti e gostei. |Era algo novo, desconhecido e, de alguma forma, despertou a idéia de que "isso irá ajudar alguém que realmente precisa desse dinheiro". Mas aí o tempo passa e lá vem o BBB2, 3... Com o tempo as opiniões vieram se alimentando de criticas, questionamentos e etc... Enfim, concordo com você em todos os aspectos. A ignorância prevalece, infelizmente.

    ResponderExcluir
  6. O super paradoxo de nosso Ditado Popular "Curto e Grosso"...
    Você nos foi "Nada breve e SUPER FINO" em suas palavras!

    Ainda quero escrever bem, como você hoje escreve.
    Parabéns! Super Parabéns! (Y)

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo Diego França. Até eu que estou atacando o BBB, também já assisti uma edição. Aliás é justamente por isso que critico.

    Como você disse, logo no início,parecia ser algo interessante, tinha uma proposta atraente. Mas com o passar do tempo, a futilidade e a promiscuidade, e o vácuo no lugar das coisas interessantes tomaram conta do programa.

    Acho o maior show de futilidade do Brasil.

    Pois é Jan'n, tentei externalizar o que sentia. e olha que ainda nao disse tudo o que penso a respeito do BBB e dos Realitys Shows...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Vei, tá muito bom o texto... Vc soube usar bem as palavras e expressou uma indignação comum entre as pessoas que pensam nesse país... Os únicos BBBs que assisti foi o 1 e o 4 e nunca mais quis saber sobre. Mas é isso mesmo, o povão gosta de baixaria. Pena que eles são a maioria...

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Pois é cara... Infelizmente como você disse, a grande maioria não teme essa preocupação em selecionar o conteúdo (que já é precário) ofertado, e filtrar as coisas boas.

    O brasileiro está acostumado com esse tipo de coisa, e adora uma baixaria.

    Torcer pra que um dia isso mude.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Concordo com vc. No começo até que foi divertido, sei lá, acho que nas duas primeiras edições, mas hoje em dia é muita coisa ruim, nada é aproveitado ali. Também não suporto mais esse programa. É ridículo, chega a ser uma falta de respeito com o telespectador as baixarias que são exibidas.

    ResponderExcluir
  11. Pois é Edenilton... acho que o BBB já teve chances o suficiente pra "mostrar o que tinha de bom"... Agora já ficou claro o que ele representa na sociedade.

    ResponderExcluir
  12. Muito bem, disse com todas as letras tudo o que a pessoa com um pouco de insanidade percebe desse programa...
    Além disso o pior de tudo é que a midia, não só a televisiva, tem nós fazer engolir esse dito "entretenimento". Não adianta fugir do mal na Tv, pois abrimos e jornal e lá está algo relativo ao BBB, na internet ele parece um vírus que persegue onde quer que se vá!!!

    Vendo a repercussão do BBB é como ver uma previa do horário eleitoral, muita palhaçada, baixaria e mentira... mas ninguém toma consciência de tentar mudar o cenário!!

    ResponderExcluir
  13. Olá Anatália!

    É muito bom ver pessoas novas lendo o meu blog. Bom saber que você também concorda com esses pontos.

    Gostei na sua analogia em relação ao horário político. Interessante pensar por esse lado.

    Sinta-se à vontade para ler e comentar no blog.

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário como forma de colaboração! E não se esqueça: Ser você mesmo é tudo o que você pode fazer...